Sexta-feira, 18 fev 2022 - 09h57
Por Maria Clara Machado

Aviso de pancadas de chuva continua em vigor em Petrópolis e sirenes são acionadas

A Defesa Civil de Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, emitiu novo alerta para a previsão de pancadas de chuva durante esta sexta-feira e o sábado, dias 18 e 19. As sirenes voltaram a ser acionadas na cidade, pois o risco de deslizamentos continua muito elevado. Ontem, a chuva voltou a cair forte e provocou novas enchentes em ruas do centro histórico e um deslizamento de terra na comunidade 24 de Maio.

Bombeiros trabalham nas buscas aos desaparecidos em grande deslizamento em Petrópolis. Crédito: Defesa Civil
Bombeiros trabalham nas buscas aos desaparecidos em grande deslizamento em Petrópolis. Crédito: Defesa Civil

Na manhã de hoje, a Defesa Civil voltou a acionar as sirenes no Morro da Oficina, no Alto da Serra, região que concentrou o grande deslizamento da terça-feira e que destruiu cerca de 80 casas. Ontem, 14 sirenes foram acionadas nas áreas de risco e um deslizamento ocorreu na comunidade 24 de Maio, mas sem deixar vítimas.

O número total de mortos em Petrópolis subiu para 120 nesta sexta-feira, em decorrência da chuva histórica do dia 15. Os trabalhos de busca aos desaparecidos prosseguem e a situação ainda é bastante desoladora e incerta. 25 escolas da cidade estão servindo de abrigo para as famílias que perderam praticamente tudo na tragédia. O número de desabrigados está em cerca de 700 pessoas.

As pancadas de chuva que continuam mantém o solo encharcado com alto risco para deslizamentos de terra e outras ocorrências como alagamentos e enxurradas.

O temporal de terça-feira foi considerado um evento climático extremo sem precedentes na cidade. Petrópolis chegou a receber quase 260 mm de chuva no sul da cidade no período de seis horas, mais do que toda a chuva normal para o mês de fevereiro inteiro. Segundo o CEMADEN, foi o maior registro desde o início das medições em 1932.

Leia mais: Na avaliação do CEMADEN o evento climático extremo de Petrópolis foi provocado por uma Supercélula

O governo e as autoridades locais prometem definir metas emergenciais em uma reunião nesta sexta-feira.

O Portal da Transparência do executivo estadual mostrou que menos da metade do orçamento previsto para as obras de contenção de encostas, programas habitacionais e prevenção de desastres foi utilizado em 2021.

A cidade de Petrópolis é formada por morros e vales estreitos e centenas de famílias vivem em áreas de risco.

Ouça também nosso podcast NOAA aumenta chance do La Niña continuar



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022