Sexta-feira, 11 fev 2022 - 10h22
Por Maria Clara Machado

Baixo volume de chuva no RS e em MS deixa mais 72 municípios em situação de emergência

Novas projeções da NOAA aumentaram a chance do fenômeno La Niña continuar no próximo trimestre afetando o regime de chuvas. O quadro de estiagem permanece preocupante especialmente no Rio Grande do Sul e em Mato Grosso do Sul e mais 72 municípios tiveram a situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal nesta quinta-feira.

Lavouras sentem os efeitos da estiagem em Mato Grosso do Sul. Crédito: Divulgação Portal do Governo de MS
Lavouras sentem os efeitos da estiagem em Mato Grosso do Sul. Crédito: Divulgação Portal do Governo de MS

Ouça o novo podcast NOAA aumenta chance do La Niña continuar

Do total, 33 municípios são de Mato Grosso do Sul e outros 31 do Rio Grande do Sul, que tem o pior cenário com 80% do estado gaúcho em emergência. O Rio Grande do Sul soma uma lista extensa, atualizada em 10 de fevereiro, de 406 municípios em situação de emergência em razão do baixo volume de chuva e da seca prolongada, mesmo no terceiro mês do verão.

O Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec), em Mato Grosso do Sul, declarou que as regiões sul e sudeste do estado já tinham registrado chuvas abaixo do normal em novembro e dezembro de 2021. O calor extremo também ajudou a piorar a situação nos campos.
Segundo especialistas, o fenômeno La Niña trouxe volumes de chuva abaixo do esperado agravando a estiagem que anteriormente já era observada em ambos os estados.

Prejuízos e mananciais baixos
As áreas produtoras estão enfrentando prejuízos principalmente nas lavouras de milho e soja, mas os efeitos da estiagem e das ondas de calor têm se refletido em diversos produtos como feijão, arroz, frutas, verduras, pecuária entre outros. Além do Rio Grande do Sul e de Mato Grosso do Sul, o déficit hídrico também assola áreas produtoras de Santa Catarina, do Paraná e do interior de São Paulo.

A EMATER/RS avalia que a chuva tem acontecido de maneira irregular sendo insuficiente para reverter a situação de estiagem. Rios da região central secaram e os agricultores não têm água para irrigar as lavouras. No noroeste gaúcho, por exemplo, há falta de água potável, racionamento em muitos locais e comprometimento na agropecuária de subsistência.

Os eventos de chuva até agora também não conseguiram recuperar os mananciais do Sul do Brasil e a capacidade hídrica de armazenamento do Subsistema gerador de energia elétrica continua em queda. A Região Sul contrasta com os outros Subsistemas do Brasil, que evoluíram desde o começo do ano em razão das chuvas abundantes observadas nas demais áreas do país.

Capacidade Hidráulica dos Subsistemas geradores de energia elétrica no Brasil, atualizada no dia 10 de fevereiro de 2022 com dados da ONS. Crédito: Apolo11/ONS
Capacidade Hidráulica dos Subsistemas geradores de energia elétrica no Brasil, atualizada no dia 10 de fevereiro de 2022 com dados da ONS. Crédito: Apolo11/ONS

La Niña deve continuar afetando as chuvas no Sul
A nova projeção para o fenômeno La Niña divulgada ontem pelos especialistas em clima da NOAA (Administração Oceânica e Atmosférica Nacional) aponta a continuidade do evento nos próximos meses com uma tendência de enfraquecimento mais lento até o final do outono. O que significa na prática uma situação ainda de irregularidade da chuva no Sul do Brasil.

A probabilidade da continuidade do La Niña durante o trimestre março, abril e maio é de 77% na nova avaliação fazendo a transição para a neutralidade. No relatório anterior, de janeiro, a chance era de 68%.

Seca provocou mortandade no parque Lagoa do Peixe, em Mostardas, no Rio Grande do Sul, na semana passada. Crédito: Divulgação Prefeitura de Mostardas/ICMBio
Seca provocou mortandade no parque Lagoa do Peixe, em Mostardas, no Rio Grande do Sul, na semana passada. Crédito: Divulgação Prefeitura de Mostardas/ICMBio

Acompanhe aqui a evolução quinzenal dos Subsistemas geradores de energia hidroelétrica no Brasil



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022