AGRADECIMENTOS

Agradecemos a todos os colaboradores do Painel Global que têm tornado possível a continuidade do nosso trabalho, permitindo que os conteúdos permaneçam gratuitos e acessíveis a todos.

Nosso Muito Obrigado!

A campanha continua. Colabore também. Clique aqui.

Quinta-feira, 6 ago 2020 - 14h44
Por Maria Clara Machado

Cinco grandes incêndios florestais deixam Portugal em alerta

O governo de Portugal declarou situação de alerta por dois dias diante de grandes incêndios florestais que se espalham por várias áreas do país. Cerca de 900 homens do corpo de bombeiros estão mobilizados no combate às chamas de pelo menos cinco grandes incêndios durante esta quinta-feira.

Cinco grandes incêndios se espalham pelas matas e florestas em áreas de Portugal nesta quinta-feira. Crédito: Imagem divulgada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.
Cinco grandes incêndios se espalham pelas matas e florestas em áreas de Portugal nesta quinta-feira. Crédito: Imagem divulgada pelo Instituto de Conservação da Natureza e Florestas.

Alguns concelhos do Algarve, além de todo o interior do norte e da parte central de Portugal estão em risco máximo de incêndio pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O maior dele se espalha pelo Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros em Porto de Mós, na parte central de Portugal desde a madrugada. As operações de combate às chamas ocorreram com a ajuda de 35 veículos terrestres e quatro aéreos.

Centenas de bombeiros trabalham por terra e pelo ar em outros incêndios que ardem nas matas e florestas na Guarda em Sabugal, em Viseu em Sernancelhe, em Alijó, no distrito de Vila Real e no Fundão no distrito de Castelo Branco.

Estão em alerta nível vermelho os distritos de Bragança, Guarda, Vila Real, Beja, Castelo Branco, Faro e Viseu.

O calor muito intenso e a vegetação seca são agravantes para que o fogo se alastre rapidamente e as condições meteorológicas não devem apresentar muitas alterações nos próximos dias, segundo indicação do IPMA. A situação de alerta vai permanecer pelo menos até domingo.

Regiões Norte, Central e do Algarve estão em alerta máximo para o risco de fogo. Crédito: IPMA.
Regiões Norte, Central e do Algarve estão em alerta máximo para o risco de fogo. Crédito: IPMA.

24 mil hectares já foram queimados
Em sete meses já foram registrados quase 5.300 focos de incêndios rurais, segundo o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas. Mais de 24 mil hectares foram consumidos pelo fogo. Apesar dos números elevados, os dados mostram que houve uma queda de 43% nos focos este ano em relação à média do período levando em conta a última década.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020