AGRADECIMENTOS

Agradecemos a todos os colaboradores do Painel Global que têm tornado possível a continuidade do nosso trabalho, permitindo que os conteúdos permaneçam gratuitos e acessíveis a todos.

Nosso Muito Obrigado!

A campanha continua. Colabore também. Clique aqui.

Terça-feira, 17 nov 2020 - 15h52
Por Maria Clara Machado

Furacão Iota atinge categoria 5 e chega arrasador à Nicarágua e Honduras

O furacão Iota entrou arrasador com ventos catastróficos de 260 km/h sobre a ilha colombiana de Providência e atingiu a costa da Nicarágua, com pouca alteração na sua força, perto da cidade de Haulover, ao sul de Puerto Cabezas, na noite de segunda-feira. Iota tocou o solo apenas a poucos quilômetros de onde o grande furacão Eta causou danos severos no último dia 3 de novembro.

Imagem aérea da Nicarágua após o impacto do arrasador furacão Iota, que atingiu a categoria 5 com ventos de 260 km/h. Iota avançou sobre as mesmas áreas já atingidas pelo furacão Eta no começo do mês. Crédito: Cruz Vermelha @RedCrossAmerica
Imagem aérea da Nicarágua após o impacto do arrasador furacão Iota, que atingiu a categoria 5 com ventos de 260 km/h. Iota avançou sobre as mesmas áreas já atingidas pelo furacão Eta no começo do mês. Crédito: Cruz Vermelha @RedCrossAmerica

A ilha de Providência habitada por 6 mil moradores está completamente destruída, de acordo com as informações divulgadas hoje pelas autoridades e a imprensa internacional. As chuvas torrenciais causaram inundações e deixaram centenas de casas destruídas.

O furacão Iota também provocou grande devastação na costa nordeste da Nicarágua, arrancando telhados, danificando linhas de energia elétrica, derrubando árvores e causando enchentes. Haulover, por onde Iota tocou o solo, foi praticamente toda evacuada e ainda não há informações sobre vítimas. É uma região predominantemente indígena dedicada à pesca artesanal e ao turismo.

A ilha da Providência foi completamente destruída pelo furacão Iota. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @alis inway
A ilha da Providência foi completamente destruída pelo furacão Iota. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @alis_inway

O Sistema Nacional de Prevenção, Mitigação e Atenção a Desastres da Nicarágua estima que conseguiu retirar cerca de 40 mil pessoas das áreas costeiras em alerta antes da chegada do furacão Iota.

O Instituto Nicaraguense de Estudos Territoriais (INETER) também afirma ter registrado ventos de 260 km/h, classificando Iota como um dos sistemas mais poderosos da história a atingir o país.

Iota é o segundo furacão extremamente poderoso a atingir a Nicarágua em poucas semanas. O furacão Eta chegou à Nicarágua com categoria 4 no início do mês e deixou um saldo de 180 mortos ao passar por seis países da América Central.

A Nicarágua sofre com mais enchentes após ser impactada pelo intenso furacão Iota. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @ojoatento
A Nicarágua sofre com mais enchentes após ser impactada pelo intenso furacão Iota. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @ojoatento

Iota avança como tempestade tropical
Iota avançou pelo interior da Nicarágua como furacão categoria 1 na manhã desta terça-feira e na sequência foi rebaixado para tempestade tropical, segundo informações do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC).

Nesta tarde Iota tem ventos sustentados de 105 km/h e ainda oferece risco de novas inundações sobre partes da América Central até a próxima quinta-feira, afirma o boletim do NHC.

O centro de Iota está a 160 quilômetros de Tegucigalpa, capital de Honduras, no sul do país.

Um aviso de tempestade tropical está em vigor desde a região de Bluefields, na costa sul da Nicarágua até a as áreas de fronteira de Honduras e da Guatemala.

Trajeto de Iota estimado para os próximos dias. Crédito: NHC.
Trajeto de Iota estimado para os próximos dias. Crédito: NHC.

Iota passa pelo norte da Nicarágua e vai atravessar o sul de Honduras ainda esta noite e deve perder mais força sobre El Salvador durante a manhã da quarta-feira, quando será apenas uma depressão tropical. Os ventos fortes de tempestade tropical vão continuar assim como a produção de chuva, que ainda poderá superar 100 milímetros em diversas áreas do trajeto de Iota.

Acesse também

Furacão Iota é o trigésimo sistema nomeado da temporada do Atlântico 2020



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020