AGRADECIMENTOS

Agradecemos a todos os colaboradores do Painel Global que têm tornado possível a continuidade do nosso trabalho, permitindo que os conteúdos permaneçam gratuitos e acessíveis a todos.

Nosso Muito Obrigado!

A campanha continua. Colabore também. Clique aqui.

Sexta-feira, 18 set 2020 - 08h47
Por Maria Clara Machado

Furacão Teddy é categoria 4 e será o segundo a atravessar às Bermudas

O arquipélago das Bermudas se prepara para receber o grande furacão Teddy, apenas uma semana após o furacão Paulette atravessar a região. Sobre as águas quentes do Atlântico central, Teddy já é um poderoso furacão categoria 4.

O poderoso furacão Teddy é categoria 4, na escala de ventos Saffir-Simpson e segue rumo às Bermudas, poucos dias após o furacão Paulette atingir a região. Crédito: NOAA/GOES-16.
O poderoso furacão Teddy é categoria 4, na escala de ventos Saffir-Simpson e segue rumo às Bermudas, poucos dias após o furacão Paulette atingir a região. Crédito: NOAA/GOES-16.

Teddy é décima nona tempestade tropical da temporada e vinha ganhando força sobre o Atlântico central, na mesma região onde Paulette evoluiu, ao leste da costa da África.

Teddy é um furacão categoria 4, na escala de ventos Saffir-Simpson, ou major hurricane, como classifica o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), com ventos sustentados de 215 km/h na manhã desta sexta-feira.

Por enquanto, o centro de Teddy encontra-se a 1510 quilômetros ao sudeste de Bermuda e a 890 quilômetros ao leste-nordeste das Ilhas Leeward.

Está em mar aberto e grandes ondas se espalham pela região com previsão de afetar as Antilhas, a costa nordeste da América do Sul, as Bahamas, a ilha de Bermuda e a costa leste dos Estados Unidos durante o fim de semana.

Trajeto previsto para o furacão Teddy nos próximos dias. Crédito: NHC.
Trajeto previsto para o furacão Teddy nos próximos dias. Crédito: NHC.

O furacão deve manter sua força enquanto segue ao encontro das Bermudas. O NHC estima que Teddy toque o solo na próxima segunda-feira, dia 21, quando deve então enfraquecer um pouco. Entretanto, Teddy poderá continuar como furacão por mais alguns dias seguindo pelo Atlântico rumo à Nova Escócia, território canadense, segundo as projeções do NHC.

Há uma semana o furacão Paulette impactou às Bermudas

Imagem de satélite mostra a ilha de Bermuda dentro do olho do furacão Paulette na última segunda-feira, dia 14. Paulette tocou o solo com categoria 2. Crédito: NHC.
Imagem de satélite mostra a ilha de Bermuda dentro do olho do furacão Paulette na última segunda-feira, dia 14. Paulette tocou o solo com categoria 2. Crédito: NHC.

Estragos causados pelo furacão Paulette na ilha de Bermuda. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @ColinThompson70<BR>
Estragos causados pelo furacão Paulette na ilha de Bermuda. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @ColinThompson70



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020