Sexta-feira, 28 mai 2021 - 15h51
Por Maria Clara Machado

Iceberg A-76 se parte em três pedaços flutuantes de gelo na Antártida

O recente iceberg A-76 descoberto em 13 de maio no lado oeste da plataforma de gelo de Filchner-Ronne, no Mar de Weddell, na Antártida, acaba de se partir em três pedaços. Assim, o posto de maior iceberg do mundo conquistado pelo A-76 há poucos dias já não existe mais. Imagens da missão Copernicus Sentinel-1A, da ESA, mostram o que aconteceu com o gigante A-76.

Imagem de satélite da Missão Copernicus Sentinel1 revelam os três pedaços partidos do original iceberg A-76, que se desprendeu na Antártida em 13 de maio. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter oficial ESA Earth Observation
Imagem de satélite da Missão Copernicus Sentinel1 revelam os três pedaços partidos do original iceberg A-76, que se desprendeu na Antártida em 13 de maio. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter oficial ESA Earth Observation

O Centro Nacional de Gelo dos Estados Unidos (USNIC), que monitora e nomeia oficialmente os icebergs divulgou que agora são três pedaços grandes de gelo flutuantes próximos à plataforma Ronne: o A-76A (original iceberg mãe), o A-76B e o A-76C.

O iceberg A-76A estava medindo aproximadamente 3,5 mil quilômetros quadrados, o iceberg A-76B aproximadamente 479 quilômetros quadrados e o A-76C perto de 384 quilômetros quadrados, no dia 26 de maio, segundo o USNIC. Originalmente o A-76 chegou a medir 4320 quilômetros quadrados.

Crédito: ESA/USNIC
Crédito: ESA/USNIC

As imagens juntamente com dados específicos coletados por satélites ajudam nos cálculos e na precisão da posição dos icebergs, que estão se afastando lentamente da plataforma de Roone, no Mar Weddell.

O satélite Sentinel-1A que produziu a imagem é gêmeo do Sentinel-1B, ambos de órbita polar, e são capazes de fornecer imagens da superfície da Terra, dia e noite, durante todo o ano em regiões remotas como a Antártida.

Quem é o maior iceberg do momento?
Há quinze dias, antes se partir, o A-76 estava ocupando o posto do maior iceberg do mundo atualmente, superando o A-23A, que tem aproximadamente 3880 quilômetros quadrados e também está localizado no Mar de Weddell.

Rapidamente tudo mudou e o destino do A-76A, que ainda permanece como uma imensa massa de gelo à deriva continua sendo monitorada pelos pesquisadores.

Acesse também:

Iceberg A-76: um novo gigante se desprende na Antártida



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021