Segunda-feira, 28 mar 2022 - 10h09
Por Maria Clara Machado

Mais de 12 mil sismos são registrados em ilha dos Açores e milhares evacuam áreas de risco

Um grande aumento dos sismos vem sendo registrado na ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores, em Portugal, desde o dia 19 de março e milhares de moradores já deixaram a região com medo de uma possível erupção vulcânica. Centenas de sismos ainda são computados pelo CIVISA e o alerta vulcânico está no nível 4.

Imagem ilustrativa da Ilah de São Jorge, aquipélago dos Açores. Cerca de 12700 sismos foram registrados em uma semana na região. Crédito: Divulgação CIVISA
Imagem ilustrativa da Ilah de São Jorge, aquipélago dos Açores. Cerca de 12700 sismos foram registrados em uma semana na região. Crédito: Divulgação CIVISA

Temor de grande desastre natural
Pelo menos 12.700 sismos foram registrados na Ilha de São Jorge na última semana, mais que o dobro da quantidade total de abalos observados em todo o Açores em 2021, segundo o Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA). O sismo mais energético atingiu magnitude 3.3 no dia 19 de março, às 18h41, hora local.

Tal disparada na atividade sísmica colocou o alerta vulcânico da ilha no nível 4, em uma escala que vai até 7, desde a última quarta-feira, significando possibilidade real de uma erupção.

Uma redução na atividade sísmica foi observada no sábado, dia 26. Entretanto, o último relatório do CIVISA divulgado nesta segunda-feira, dia 28, afirma que a atividade sísmica continua acima do normal na parte central da Ilha de São Jorge.

Mais 207 sismos foram identificados entre às 22 horas deste domingo e às 10 horas desta segunda-feira (hora local). O mais forte chegou a 2.6 magnitudes às 8h57, informou o CIVISA. Com isso, o órgão de monitoramento mantém o alerta nível 4 no Sistema Vulcânico Fissural de Manadas na Ilha de São Jorge.

Mapa de parte dos sismos ocorridos na região da Ilha de São Jorge divulgado pelo CIVISA dia 28 de março.
Mapa de parte dos sismos ocorridos na região da Ilha de São Jorge divulgado pelo CIVISA dia 28 de março.

Evacuações
A Ilha de São Jorge, nos Açores, tem hoje cerca de 8300 habitantes. Desde que os registros dos abalos dispararam, em torno de 2500 moradores que moraram na zona sísmica de risco, já teriam saído da vila de Velas, em São Jorge, rumo ao conselho Calheta, na Ilha da Madeira, sob o aviso de chance de erupção vulcânica emitido pela prefeitura.

O número exato das evacuações não foi confirmado pelas autoridades locais até o momento e pode ser superior.

Histórico de São Jorge
A última erupção vulcânica na Ilha de São Jorge data de 1808, pelo Instituto de Investigação em Vulcanologia e Avaliação de Riscos, ligado ao CIVISA. Em 1964, outra erupção, submarina, obrigou a evacuação geral da ilha.

O arquipélago dos Açores possui 26 vulcões ativos, sendo oito submarinos, embora a maioria não dê sinais ativos há dezenas de décadas. Entre as nove ilhas do arquipélago, apenas a ilha Santa Maria não tem vulcão ativo.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022