Sexta-feira, 23 abr 2021 - 14h29
Por Maria Clara Machado

Marinha mantém aviso especial de ressaca por causa da tempestade Potira

As praias das Regiões Sul e Sudeste do Brasil continuam com grande agitação marítima e ondas altas em razão da tempestade subtropical Potira que ainda está sobre as águas do Atlântico sul. Potira foi nomeada pela Marinha do Brasil no dia 20 e é a décima segunda tempestade subtropical a se formar na costa brasileira desde 2011. O fenômeno deve durar mais alguns dias, de acordo com os avisos emitidos pela Marinha.

Vista de parte do calçadão pista destruídos pela ressaca em Massaguaçu, Caraguatatuba. Crédito: Prefeitura de Caraguatatuba/Cláudio Gomes.
Vista de parte do calçadão pista destruídos pela ressaca em Massaguaçu, Caraguatatuba. Crédito: Prefeitura de Caraguatatuba/Cláudio Gomes.

A ressaca destruiu parte da orla de Massaguaçu, em Caraguatatuba (SP) no dia 22 de abril. Crédito: Foto Luís Gava/PMC
A ressaca destruiu parte da orla de Massaguaçu, em Caraguatatuba (SP) no dia 22 de abril. Crédito: Foto Luís Gava/PMC

A Marinha do Brasil mantém o aviso especial da tempestade subtropical Potira, que está com a pressão atmosférica estimada em 1008 hectopascais, um pouco mais elevada em relação há dois dias. Os ventos máximos sustentados no setor sul da tempestade estão em 64 km/h na tarde desta sexta-feira, dia 23.

Ventos moderados a fortes e o mar muito agitado se estendem num raio de 460 quilômetros do centro de Potira, na altura entre Santa Catarina e o Rio de Janeiro. A tempestade subtropical ainda se move rumo ao leste/sudeste e a previsão da Marinha é que Potira enfraqueça durante o fim de semana sendo rebaixada para uma depressão subtropical.

Há aviso de ressaca em vigor no trecho entre Rio Grande (RS) e Cabo de São Tomé (RJ) com ondas entre 2,5 metros e 3 metros até à tarde do sábado.

O mar continua grosso e muito grosso em áreas oceânicas do Cabo de Santa Marta (SC) até Cabo Frio (RJ) com ventos fortes e ondas entre 3 metros e 6 metros também hoje e amanhã.

Imagem de satélite mostra o aglomerado de nuvens em alto mar entre o Rio de Janeiro e São Paulo indicando a tempestade subtropical Potira nesta sexta-feira, dia 23. Crédito: Worldview/NASA.
Imagem de satélite mostra o aglomerado de nuvens em alto mar entre o Rio de Janeiro e São Paulo indicando a tempestade subtropical Potira nesta sexta-feira, dia 23. Crédito: Worldview/NASA.

Ondas espetaculares
As altas ondas foram um espetáculo a parte na Baía de Guanabara durante a quinta-feira. Os surfistas deram um show diante das ondas grandes e tubulares observadas perto do Posto 5 na praia de Copacabana. Ondas de 2,5 metros também foram registradas em Maricá, no norte fluminense.

Altas ondas forma observadas no Posto 5 em Copacabana. Crédito: Eduardo Barão/Divulgação.
Altas ondas forma observadas no Posto 5 em Copacabana. Crédito: Eduardo Barão/Divulgação.

As fortes destruíram um trecho da orla de Massaguaçu, em Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo e as ondas altas também chamaram a atenção em trechos do litoral catarinense.

Quer saber mais sobre a formação da tempestade subtropical Potira? Ouça os detalhes no podcast!



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021