Terça-feira, 22 dez 2020 - 10h06
Por Maria Clara Machado

Milhares de anos de erupções do vulcão Newberry vistas do espaço

Uma admirável fotografia tirada diretamente da Estação Espacial Internacional (ISS), revela a uma altitude de 400 quilômetros, as formações intrigantes ao redor da caldeira do vulcão Newberry, em Oregon, nos Estados Unidos. Foram numerosas erupções nos últimos 400 mil anos.

Fotografia tirada por um membro da Expedição 63 da ISS mostra do alto as grandes transformações ao redor do vulcão Newberry, em Oregon, ao longo dos milhares de anos. Crédito: Earthobservatory NASA.
Fotografia tirada por um membro da Expedição 63 da ISS mostra do alto as grandes transformações ao redor do vulcão Newberry, em Oregon, ao longo dos milhares de anos. Crédito: Earthobservatory NASA.

O vulcão Newberry localizado na região da cadeia de Montanhas Cascades é um dos mais ativos no noroeste do Pacífico.

A foto feita por um astronauta da Expedição 63 da ISS em agosto e divulgada recentemente pela NASA, evidencia a grande variedade de depósitos de cinzas e rochas, fluxos piroclásticos, fluxos de lava e aberturas ao redor da caldeira do vulcão Newberry resultado de devastadoras erupções vulcânicas ao longo dos milhares de anos.

O Big Obsidian Flow, um espetáculo à parte, é o fluxo de lava mais recente e nasceu na última erupção há 1300 anos. É possível observar de cima sua grande extensão, cerca de dois mil e seiscentos quilômetros quadrados e lá embaixo está o grande fluxo maciço de obsidiana negra, considerada uma das grandes atrações do Newberry.

A surpreendente obsidiana, rocha naturalmente negra de origem vulcânica, foi formada quando o cone do vulcão desabou. O magma contendo pouco gás fez seu caminho natural e esfriou na superfície. A paisagem se destaca no meio do Newberry completada ainda pelos extraordinários lagos azuis.

No caminho até os lagos, possível de ser feito por quem visita a região, há inúmeros pedaços de obsidiana expostos.

Os dois lagos da caldeira de Newberry, o lago Paulina à esquerda e o lago Leste à direita. Abaixo e à direita da imagem está parte do Big Obsidian Flow, o fluxo de lava mais recente do vulcão cercado formado há 1300 anos. Crédito: Robert Jensen/USGS.
Os dois lagos da caldeira de Newberry, o lago Paulina à esquerda e o lago Leste à direita. Abaixo e à direita da imagem está parte do Big Obsidian Flow, o fluxo de lava mais recente do vulcão cercado formado há 1300 anos. Crédito: Robert Jensen/USGS.

Inicialmente, o lago era um só, mas as atividades posteriores do vulcão, o separou em dois. Também é possível observar com definição do espaço, a caldeira coberta pelos lagos Paulina e Leste. A linha tracejada destacada na fotografia marca a extensão aproximada a partir de evidências geológicas de toda a transformação ao redor da grande caldeira do vulcão Newberry.

A área vulcânica de Newberry foi um dos vários locais usados na década de 1960 para treinamento dos astronautas da Apollo. O treinamento prático ajudou a preparar os astronautas para identificar os tipos de rochas ígneas e coletar amostras da superfície lunar.

Você também pode se interessar por vídeos em nosso no canal youtube.com/apolochannel



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021