Segunda-feira, 12 abr 2021 - 14h48
Por Maria Clara Machado

Raro ciclone Seroja impacta a Austrália ocidental com categoria 3

A costa da Austrália ocidental sofreu com ventos destrutivos de até 170 km/h na noite de domingo quando o ciclone tropical Seroja atingiu a região, informou o Bureau de Meteorologia (BOM). Desde o surgimento de Seroja, especialistas observavam com atenção o desenvolvimento do ciclone, considerado raro pela a intensidade e trajetória.

Imagem de satélite mostra o ciclone tropical Seroja prestes a tocar à costa oeste da Austrália no domingo, dia 11. Crédito: Worldview/NASA.
Imagem de satélite mostra o ciclone tropical Seroja prestes a tocar à costa oeste da Austrália no domingo, dia 11. Crédito: Worldview/NASA.

Ontem à noite, milhares de pessoas ficaram sem energia elétrica, árvores caíram e casas e edifícios foram danificados pelos ventos muito fortes em cidades costeiras do oeste da Austrália.

Seroja é um fenômeno raro
Depois de ter provocado chuvas torrenciais e inundações catastróficas na Indonésia e no Timor Leste, o ciclone tropical Seroja se manteve sobre as águas do oceano Índico ao noroeste da Austrália e alcançou uma intensidade pouco comum na região.

É raro um ciclone atingir categoria 3 na escala de ventos Saffir-Simpson e seguir em direção ao sul ou sudoeste da Austrália, como aconteceu com o Seroja, afirmam especialistas. Eventos extremos como este poderão se tornar mais frequentes no sul da Austrália em razão das mudanças climáticas.

Outro fato raro chamou a atenção dos estudiosos: ao ganhar força ao largo do noroeste da Austrália, o ciclone tropical Seroja interagiu com outra baixa tropical, posteriormente nomeada de Odette dando a chance da formação do Efeijo Fujiwhara.

Ciclones poderão criar o efeito Fujiwhara ao largo da costa australiana

Seroja tocou o solo de forma arrasadora entre as cidades turísticas de Kalbarri e Gregory por volta das 20h, horário local de domingo, seguindo para o norte de Geraldton e depois indo rumo ao interior, atravessando o cinturão de trigo. Mais da metade da pequena cidade de Kalbarri foi destruído. As rajadas de vento enfraqueceram gradualmente e Seroja foi rebaixado nas horas seguintes.

O ciclone tropical Seroja se intensificou ao largo da costa noroeste e oeste da Austrália na última semana, depois de ter feito pelo menos uma centena de vítimas na Indonésia e no Timor Leste. Crédito: Worldview/NASA.
O ciclone tropical Seroja se intensificou ao largo da costa noroeste e oeste da Austrália na última semana, depois de ter feito pelo menos uma centena de vítimas na Indonésia e no Timor Leste. Crédito: Worldview/NASA.

Durante esta segunda-feira, dia 12, a meteorologia não tinha mais alertas de tempo severo e todos os esforços estão na recuperação das áreas atingidas. O Departamento de Bombeiros e Serviços de Emergência informou recebeu 175 pedidos de ajuda só em Kalbarri.

Os registros do BOM indicam que desde 1970 poucos ciclones tropicais fizeram trajetos parecidos com o Seroja e todos foram mais fracos. Algumas localidades não viam um ciclone em 65 anos. Autoridades afirmaram que o ciclone Seroja foi diferente de tudo o que foi visto em décadas.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021