Segunda-feira, 13 set 2021 - 16h37
Por Maria Clara Machado

Supertufão Chanthu teve surpreendente evolução, afirmam cientistas da NOAA

Autoridades de Xangai, na costa leste da China, ordenaram a evacuação de milhares de pessoas e tomaram medidas de proteção à espera do tufão Chanthu nesta segunda-feira. A tormenta evoluiu velozmente para a categoria 5 na escala de ventos Saffir-Simpson, antes de passar pelas Filipinas e Taiwan no fim de semana, o que surpreendeu até os cientistas da NOAA.

Imagem de satélite mostra o tufão Chanthu se aproximando da região de Xangai, no leste da China, nesta segunda-feira, dia 13. Crédito: Imagem EUMETSAT/Windy
Imagem de satélite mostra o tufão Chanthu se aproximando da região de Xangai, no leste da China, nesta segunda-feira, dia 13. Crédito: Imagem EUMETSAT/Windy

A impressionante evolução do supertufão Chanthu
A rápida evolução do supertufão Chanthu sobre o mar das Filipinas nos últimos dias impressionou mais uma vez os estudiosos do clima.

Chanthu se desenvolveu como uma depressão tropical na tarde do dia 6 de setembro e em 48 horas a tormenta já era um supertufão. Chanthu, ou Kiko, como foi batizado pelos filipinos, alcançou, surpreendentemente, pela rapidez, a velocidade dos ventos de 260 km/h. Rajadas de vento acima de 252 km/h equivalem a um furacão de categoria 5, na escala de ventos Saffir-Simpson.

Cientistas da NOAA afirmam que apenas 5 tempestades registradas pelo órgão se intensificaram nessa proporção.

Uma imagem de satélite adquirida pelo TERRA, da NASA, mostra o supertufão Chanthu formado no dia 9 de setembro, na última quinta-feira, quando se dirigia para às Filipinas. A tormenta tinha ventos sustentados de 220 km/h que elevavam as ondas do oceano em aproximadamente 14 metros de altura.

Imagem de satélite mostra o supertufão Chanthu perto das Filipinas no dia 9 de setembro. Crédito: NASA
Imagem de satélite mostra o supertufão Chanthu perto das Filipinas no dia 9 de setembro. Crédito: NASA

Chanthu é considerada uma tormenta até compacta se comparada com outros tufões da região do Pacífico Asiático, mas justamente os pequenos ciclones tropicais são capazes de uma rápida intensificação, explicam os estudiosos da NOAA.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos considera uma rápida intensificação quando um sistema tropical tem um aumento na velocidade dos ventos em pelo menos 64 km/h no período de 24 horas, na maioria das vezes impulsionados pela altas temperaturas da superfície do mar e abaixo da superfície, além de condições específicas na direção e velocidade dos ventos em níveis baixos e superiores numa região, capazes de fortalecerem ou enfraquecerem uma tempestade.

A tormenta foi considerada uma das tempestades mais fortes desta temporada de 2021. Chanthu é a segunda tempestade na região do Pacífico a atingir status de supertufão este ano, após o Surigae no mês de abril.

Xangai em alerta, depois de Taiwan e das Filipinas
O supertufão Chanthu atingiu o extremo norte das Filipinas pelas ilhas Batanes levando ventos destrutivos acima de 200 km/h e chuvas fortes na manhã do sábado, dia 11. Antes de tocar o solo das Filipinas, o supertufão Chanthu caiu para a categoria 3, mas ainda assim chegou extremamente perigoso ao arquipélago.

Estragos em Batanes, no extremo norte das Filipinas, provocados pela passagem do supertufão Chanthu, no sábado. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @tropicswx/John Harold Agito
Estragos em Batanes, no extremo norte das Filipinas, provocados pela passagem do supertufão Chanthu, no sábado. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @tropicswx/John Harold Agito

Saindo das Filipinas, Chanthu passou ao leste de Taiwan, mas sem impactar diretamente a região neste domingo, dia 12. As chuvas fortes e os ventos intensos foram sentidos em áreas costeiras que permaneceram em alerta no fim de semana. Chanthu estava mais enfraquecido produzindo ventos próximos a 160 km/h.

O tufão está hoje perto da China, localizada à nordeste de Taiwan, sobre o Mar da China oriental e avançar pela costa leste do país na altura de Xangai, embora bem mais enfraquecida do que originalmente com estimativa de ventos em torno de 110 km/h.

Autoridades de Xangai evacuaram pelo menos 28 mil pessoas e cancelaram centenas de voos, além de determinarem a paralisação do metrô e a suspensão das aulas nesta segunda-feira. Xangai permanece em alerta laranja à medida que Chanthu se aproxima cada vez mais.

De acordo com as projeções do Joint Typhoon Warning Center (JTWC), Chanthu ainda poderá ter força para seguir em direção à Coreia do Sul e ao Japão depois de passar por Xangai. Os ventos estimados são de 75 km/h.

Trajeto estimado para o tufão Chanthu nos próximos dias. Crédito: JTWC
Trajeto estimado para o tufão Chanthu nos próximos dias. Crédito: JTWC

Acesse também:

Tempestade Nicholas está chegando e levará chuvas pesadas para o Texas e a Louisiana



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021