Terça-feira, 23 fev 2021 - 16h26
Por Maria Clara Machado

Vulcão Etna registra quinto episódio explosivo em uma semana

O vulcão Etna continua muito ativo e mais uma violenta erupção foi registrada na última noite, dia 22, sendo a quinta explosão no período de uma semana. A nova fase de erupções do Etna começou no dia 16 de fevereiro quando fumaça e cinzas alcançaram cidades ao redor do monte na Sicília, na Itália.

Grande erupção do Etna no céu noturno fotografada a partir da ilha de Lipari, a 70 quilômetros ao norte do vulcão no dia 20. Crédito: Foto Gabriele Costanzo/INGV.
Grande erupção do Etna no céu noturno fotografada a partir da ilha de Lipari, a 70 quilômetros ao norte do vulcão no dia 20. Crédito: Foto Gabriele Costanzo/INGV.

Sequência de erupções
A erupção de ontem aconteceu após às 22 horas e terminou nas primeiras horas desta madrugada sendo descrita como espetacular pelo Observatório do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) de Catânia, na Itália.

A atividade vulcânica ocorreu novamente na cratera Sudeste como vem sendo recorrente nos últimos dias. O INGV identificou o início de uma atividade fraca que foi aumentando gradualmente e resultou em novas explosões frequentes com lançamento de pedras, ao mesmo tempo em que ocorria a intensificação do tremor vulcânico.

O INGV relatou que os jatos de lava atingiram primeiramente 300 metros de altura da borda da cratera e um novo transbordamento de lava escorreu em direção ao Valle Del Bove.

Depois da meia noite, a atividade explosiva foi intensa envolvendo várias bocas da cratera Sudeste, com fontes de lava sendo lançada a cerca de um quilômetro de altura, juntamente com uma coluna eruptiva de gás e cinzas que alcançou cerca de dez quilômetros acima do cume do vulcão e se expandiu para oeste-noroeste. A atividade mais forte durou em torno de meia hora, segundo o relato do INGV.

Ainda durante a madrugada ocorreram algumas atividades do vulcão menos intensas. Houve a formação de mais dois pequenos fluxos de lava na direção do Valle Del Bove e outro em direção ao sudoeste da cratera. Nuvens densas de cinzas também foram empurradas pelo vento em direção ao noroeste.

Observação do Etna a partir da extremidade sul do Valle del Bove, feita por estudantes que acompanhavam a atividade eruptiva no dia 20. Crédito: Foto Giuseppe Tonzuso/INGV.
Observação do Etna a partir da extremidade sul do Valle del Bove, feita por estudantes que acompanhavam a atividade eruptiva no dia 20. Crédito: Foto Giuseppe Tonzuso/INGV.

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia informou que às 10h38 UTC desta terça-feira, toda a atividade eruptiva da cratera Sudeste foi encerrada. Outros eventos eruptivos do Etna vinham sendo registrados nos dias 16,18,19 e 20 de fevereiro.

Acesse também:

Imagens espetaculares revelam neve e fluxos de lava sobre o Etna



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021